NOVIDADES

SAIBA COMO EVITAR DORES DE CABEÇA DURANTE A REFORMA
06/06/2017

SAIBA COMO EVITAR DORES DE CABEÇA DURANTE A REFORMA

Começar uma reforma é sempre motivo para ligar o sinal de alerta. Precisamos estar atentos à todos os detalhes, a fim de evitar dores de cabeça e problemas com vizinhos, por exemplo. É imprescindível manter a organização e anotar tudo que será necessário providenciar antes mesmo do início das obras.

Para ajudar você nessa difícil tarefa, separamos algumas informações relevantes que irão facilitar o processo e fazer com que tudo saia da maneira mais tranquila possível. Anote aí:

#1. Documentação: alguns documentos são extremamente necessários para iniciar a reforma. Tenha em mãos a planta do imóvel, cronograma da obra e ART, que é exigido no caso de contratação de um engenheiro ou arquiteto. ART significa Anotação de Responsabilidade Técnica, que garante que o responsável pela obra possa responder caso algo saia errado em uma construção civil. Isso é ainda mais importante em casos de reformas em apartamentos, por exemplo.

Uma dica importante é ir até a prefeitura e perguntar sobre os demais documentos que serão solicitados, principalmente se a obra for de ampliação de casa. A Licença da Obra também pode ser exigida, dependendo da construção, podendo ser providenciada junto a prefeitura de cada cidade.

#2. Leis do Condomínio: cada prédio tem um conjunto muito específico de regras. Elas vão depender do consenso entre os moradores e geralmente são estipuladas ou modificadas em reunião de condomínio. Em caso de obras em apartamentos, é importante fazer um planejamento e verificar junto ao síndico quais são as leis que envolvem esse tipo de situação e segui-las à risca.

Obras em prédios geralmente não podem mexer na estrutura geral, ficando restritas à consertos, fins estéticos ou implementação de paredes extras de gesso, por exemplo. Mesmo assim, existem horários pré-determinados para que possa haver o barulho e ele irá depender de cada condomínio. É importante também verificar a necessidade de caçambas de entulho e definir momentos propícios para a retirada dele, sem que incomode os demais moradores. Visitas e inspeções aos apartamentos vizinhos são sempre recomendadas, pois evitam problemas futuros.

#3. Leis gerais do silêncio: a lei do silêncio estabelece que nenhum barulho pode incomodar os vizinhos antes e depois de determinados horários. Essa regra pode mudar no caso dos condomínios, já que alguns impedem obras aos sábados e domingos, por exemplo. Mas, de forma geral, é preciso atentar-se à legislação e limitar o andamento do projeto à hora estipulada, mesmo para quem mora em casas. Esse cuidado vai garantir que não haja problemas futuros e que os vizinhos não se incomodem tanto com a obra. É importante manter o bom senso nesses casos.

#4. Cuidados com os vizinhos: muitas pessoas iniciam obras e reformas imensas sem ao menos avisar os vizinhos de seus planos. Não é lei, porém, é importante ter o discernimento de dar um aviso à todos, para que não haja transtornos. Em prédios, essa atitude geralmente é regra e nenhuma obra pode começar sem o consentimento dos moradores e síndicos. E, mesmo para quem mora em casas, mais uma vez, é preciso lembrar que a inspeção nas residências próximas pode impedir problemas, como rachaduras que irão custar mais ao responsável. Por isso, uma boa conversa acaba se tornando a melhor solução para todos os envolvidos.

#5. Cuidados gerais: em caso de mudanças elétricas, o ideal é contratar um especialista para garantir que novos pontos de energia serão compatíveis com os antigos. Já nas trocas de azulejos de cozinhas e banheiros, a ventilação do local é importantíssima, evitando problemas para quem continuará morando na residência. E, uma última dica: separe ao menos 5% do valor das parcelas pagas aos empreiteiros para gastos extras. Sabemos que reformas sempre trazem imprevistos e ter uma reserva evitará os atrasos. Por mais que exista o contrato estipulando o orçamento, é impossível prever incidente, por isso, prevenir é a melhor saída.

Além de todas essas dicas, é essencial contar com profissionais de confiança, que já tenham feito trabalhos aprovados anteriormente. Também é preciso estipular prazos e colocá-los em contratos muito específicos, a fim de evitar demoras desnecessárias ou gastos muito exacerbados. ;)

 

Fechar
ATENÇÃO: Não solicitamos nenhum tipo de depósito antecipado para liberação ou análise do crédito. Aqui você será atendido pessoalmente por um Agente de Crédito.