NOVIDADES

BOAS PRÁTICAS PARA SER UM MICROEMPREENDEDOR DE SUCESSO
19/05/2021

BOAS PRÁTICAS PARA SER UM MICROEMPREENDEDOR DE SUCESSO

A crise do novo corona vírus ainda afeta todos os negócios. Não bastasse isso, os governadores de alguns estados, inclusive de Santa Catarina, decretam quase toda semana uma paralisação ou restrição para o comércio por alguns dias, principalmente aos finais de semana.

Embora essas medidas sejam necessárias para controlar o avanço da pandemia, os empreendedores podem sofrer alguns impactos no seu fluxo de caixa. Por isso, organizá-lo nesse momento é indispensável para a sobrevivência do negócio.

Pensando nisso, separamos as principais dicas de como organizar o fluxo de caixa no período de lockdown, para que suas finanças não sejam prejudicadas. Confira na sequência!

Registre todas as contas a receber

Sabemos que registrar as entradas de dinheiro é importante, mas aproveite para anotar o que ainda entrará no caixa, em caso de vendas parceladas. Com esses números, você consegue fazer uma projeção para as próximas semanas e meses, devido ao risco de um novo fechamento total das lojas.

Registre todas as contas a pagar

Após ter em mãos o que será recebido, mapeie todos os gastos que sua empresa tem, como custo de materiais, energia, aluguel etc. Tanto as contas fixas, como as variáveis e as que são parceladas devem ser anotadas, para entender o seu cenário financeiro.

É importante que você separe todos os gastos por categorias, como marketing, obra-prima, entre outros. Essa categorização ajuda a identificar para onde seu dinheiro vai e se é possível reduzir ou eliminar esses custos.

Analise constantemente o fluxo do seu dinheiro

Gerenciar tudo que entra contra o que sai é um controle importante para tomar decisões financeiras, como investimento, mitigação de riscos e solicitação de empréstimos. Quando você conecta ambos os fluxos, é possível visualizar melhor sua renda e reduzir as responsabilidades que criam despesas.

Uma vez feita essa análise e você entender que precisa de dinheiro para comprar mais matéria-prima para continuar sua produção, por exemplo, o ideal é procurar por uma linha de crédito que caiba no seu bolso e tenha boas condições de pagamento.

 

 

Defina o período do fluxo de caixa

Um bom controle financeiro exige disciplina. Então, é importante atualizar as informações sempre em um período. Para quem realiza várias vendas ao dia, o ideal é que o registro seja feito diariamente, já para quem tem um volume de vendas menor, talvez possa ser feito uma vez na semana. Tudo depende do que se adequa melhor à sua realidade.

Agrupe tudo em uma planilha

De nada adianta obter todas essas informações e não organizá-las de maneira clara e transparente. A melhor forma de fazer isso é através de uma planilha com classificações das suas receitas e gastos, principalmente se está acostumado a usá-las como ferramenta.

Com essa visualização de forma gráfica, você poderá comparar e acompanhar sua situação periodicamente. E o melhor de tudo é que nenhum dado é perdido e com um clique você atualiza todos os itens necessários, economizando tempo.

 

 

Enquanto a crise causada pela pandemia não passa, é muito importante que você controle bem seu histórico de entradas e saídas, para sobreviver a esse momento. Com essas dicas, você já sabe como organizar o fluxo de caixa no período de lockdown e está pronto para agir com dados sólidos.

E claro, se em algum momento você precisar de um apoio financeiro, saiba que a Credisol está aqui!